OUTROS DESTAQUES
Fiscalização
Justiça do RS manda Anatel dar publicidade aos PADOs
quinta-feira, 29 de setembro de 2011 , 20h09 | POR REDAÇÃO

O juiz federal Francisco Donizete Gomes, titular da 2ª Vara Federal da Justiça do Rio Grande do Sul, julgou parcialmente procedente uma ação movida pela Andicom (Associação Nacional de Defesa e Informação do Consumidor), e determinou que a Anatel "torne públicos os Procedimentos de Apuração de Descumprimento de Obrigação – PADOs que perante ela tramitam". A associação alegava que a agência não dava  publicidade aos PADOs amparada no artigo 174 da Lei Geral de Telecomunicações, mas que tal artigo seria incosntitucional. O juiz ressalvou a possibilidade de que, "mediante decisão fundamentada, a Anatel determine a tramitação sigilosa de procedimentos específicos, a fim de preservar o interesse social, a intimidade dos envolvidos ou a segurança da sociedade e do Estado". A decisão ressalva ainda a possibilidade de "determinadas informações serem mantidas em sigilo, nos termos do artigo 64 do Decreto nº 2.338/97, ou a fim de preservar dados que sejam protegidos pela lei ou pela Constituição (dados bancários, correspondências etc.), sem que isto implique o sigilo de todo o procedimento". A Anatel terá 60 dias para cumprir a medida. A Anatel terá ainda que pagar as custas processuais. A decisão é do dia 19 de setembro e, segundo informações da coluna da jornalista Mariana Mazza no portal band.com.br, a Anatel optou por não recorrer da decisão. Com isso, a regra para os PADOs será a da publicidade.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top