OUTROS DESTAQUES
Tecnologia
Furukawa investe em tecnologia para aumentar capacidade de transmissão por fibra
quarta-feira, 29 de agosto de 2018 , 19h19

Para atender a demanda de sistemas de fibra óticas para data centers, estruturas de nuvem e redes de distribuição de conteúdo (CDNs), a fornecedora Furukawa está investido em uma nova forma de transmissão, as fibras multimodo categoria OM5, que suportam vários comprimentos de onda. A promessa é de ampliar a capacidade e, ao mesmo tempo, reduzir a infraestrutura dos data centers.

Conforme explica a companhia nesta quarta-feira, 29, essa tecnologia foi desenvolvida para aplicações Wideband Laser-Optimized Multimode (padrão normatizado pela TIA 492AAAE) e viabiliza a utilização de equipamentos para sistemas com capacidade de 200 Gbps e 400 Gbps, velocidades que estarão disponíveis "no futuro próximo". Mas há possibilidades imediatas: o aumento da capacidade permite que transmissões de 40 Gbps ou 100 Gbps possam ser realizadas por meio de um único par de fibras ao utilizar comprimentos de ondas diferentes (quatro transmissões de 25 Gbps, por exemplo). Isso resulta em menor quantidade de fibra e de infraestrutura necessárias, além de maior facilidade de gerência.

De acordo com o gerente de aplicações da Furukawa, engenheiro Luiz Henrique Zimmermann Felchner, as fibras multimodo OM5 permitem utilizar até quatro comprimentos de onda, entre 850 nm e 950 nm.  "Esse recurso é propiciado pela tecnologia SWDM (Shortwave Wavelength Division Multiplexing), que traz uma nova forma de transmissão sobre fibras óticas multimodo. O conceito é equivalente ao do DWDM (Dense Wavelength Division Multiplexing) para fibras óticas monomodo", disse ele em comunicado. Já está em estudo no IEEE a aplicação de 400 Gbps em dois comprimentos de onda (850 nm e 918 nm).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top