OUTROS DESTAQUES
Algar comprou ações da Tess, mas não tem a posse
domingo, 29 de março de 1998 , 23h10 | POR REDAÇÃO

O grupo Algar ficou numa situação delicada depois que a Primav (CR Almeida) decidiu recorrer à Justiça para ser reintegrada à Tess, vencedora da licitação da banda B de telefonia celular no interior de São Paulo. Segundo um advogado especializado em telecomunicações, a Algar comprou as ações mas não tem a posse, isto é, o direito dispor dos papéis, de usufruir. O que a empresa tem é apenas um documento que lhe permitiria transferir para si os papéis. Só a efetiva transferência das ações é que determinaria a posse. Há duas opções agora: ou a Algar demonstra que tem um documento que lhe possibilita fazer tal transferência, ou entra com uma ação na Justiça para receber de volta o dinheiro que pagou à Telia (US$ 40 milhões), além de pedir indenização por danos morais e financeiros.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top