OUTROS DESTAQUES
TV digital
Gired aprova o switch-off analógico em Rio Verde e o monitoramento da cidade pós-desligamento
segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016 , 17h38

O Gired (grupo de implementação da digitalização da TV) aprovou por unanimidade, nesta segunda-feira, 29, a recomendação do desligamento completo do sinal analógico da TV aberta no município goiano de Rio Verde, apesar do não atingimento da meta de 93% dos domicílios aptos para receberem as transmissões digitais. A pesquisa apresentada hoje mostrou um índice de 85% de digitalização, o mesmo do último levantamento, apresentado no dia 15 deste mês.

Segundo o presidente do Gired, Rodrigo Zerbone, foi detectado, na cidade goiana, um nível de saturação do processo que justifica o resultado aquém do esperado e que indica a dificuldade de crescimento da digitalização. "A cidade está madura para o desligamento", avalia Zerbone, posição acompanhada pelos radiodifusores e pelos representantes das teles.

Zerbone participará da cerimônia do switch-off analógico em Rio Verde, que será comandado pelo ministro das Comunicações, André Figueiredo, nesta terça-feira, 1º. Mas avisa que o trabalho no município não acabará. Ele informa que serão realizadas ações de monitoramento no call center criado para apoiar o processo, nos pedidos de kit conversor e nas vendas do comércio. Após o dia 30 de março, nova pesquisa será feita em Rio Verde para avaliar a evolução da digitalização pós-desligamento.

De acordo com o presidente do Gired, esse acompanhamento servirá para aprimorar as ações operacionais para o desligamento do sinal analógico em Brasília, previsto para outubro deste ano. Ele afirma que a necessidade de um prazo maior para distribuição do kit conversor aos beneficiários do Cadastro Único dos programas sociais do governo já é um consenso. Mas entende que é preciso antes melhorar a forma de contato com essas pessoas, o que deverá ocorrer a partir de reuniões com representantes do Ministério de Desenvolvimento Social.

"Todas as informações colhidas em Rio Verde após o dia 1º de março serão analisadas em profundidade para que o processo seja aprimorado", ressalta Zerbone. Ele informou que a Entidade Administradora da Digitalização (EAD) continuará distribuindo o kit conversor aos beneficiários do CadÚnico por pelo menos mais um mês em Rio Verde.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top