OUTROS DESTAQUES
Lucro líquido da TCO é 15% menor em 1999
terça-feira, 29 de fevereiro de 2000 , 19h29 | POR REDAÇÃO

Mesmo tendo aumentado a sua receita operacional líquida em 20% (de R$ 482.693,00 para R$ 570.856,00), o lucro líquido da TCO caiu de R$ 127,6 milhões em 1998 para R$ 107,2 milhões em 1999. A queda no lucro líquido se explica especialmente pela prática de índices maiores no cálculo da depreciação (que varia de 5% para edifícios e torres metálicas até 20% para equipamentos de comutação). Com a diminuição do lucro líquido sobre o qual incide o imposto de renda, a TCO pagou R$ 34 milhões de IR em 1999 contra R$ 36 milhões em 1998. Nos outros impostos, a TCO pagou 32% a mais de tributos que em 1998, considerando-se o aumento da receita bruta, do Cofins e do ICMS no Estado do Mato Grosso. No total, os impostos pagos pela TCO passaram de R$ 122 milhões em 1998 para R$ 162 milhões no ano passado. O EBITDA cresceu apenas 3,7% de um ano para o outro, de R$ 237.767,00 para R$ 246.629,00.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top