OUTROS DESTAQUES
SLEs apostam em novos negócios com licença de STFC
terça-feira, 29 de Janeiro de 2002 , 20h14 | POR REDAÇÃO

As prestadoras de Serviços Limitados Especializados (SLEs) já fazem contatos com prestadoras de telefonia fixa comutada para a oferta de capacidade de seus backbones e redes metropolitanas, a fim de que estas últimas empresas expandam seu raios de alcance atuais para novos mercados. Estão na lista de clientes em potencial tanto as incumbents, que aguardam licença da Anatel para entrar em outros mercados, quanto outras SLEs. De acordo com o diretor de marketing e produtos da MetroRed, Márcio Estefan, a oferta de capacidade já vinha amenizando os efeitos da queda verificada no ano passado nos negócios junto a clientes finais (do mercado corporativo) destas empresas. Para a MetroRed, por exemplo, segundo ele, esta modalidade representou em 2001 cerca de 60% de seu faturamento. A empresa tem redes metropolitanas em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top