OUTROS DESTAQUES
Empresas de Internet continuam em queda livre
quarta-feira, 28 de novembro de 2001 , 22h59 | POR REDAÇÃO

Ao contrário do que ocorre com o setor de telecomunicações, as empresas de alguma forma dedicadas à Internet não estão conseguindo recuperar cotações na bolsa de valores de forma expressiva. Desde o dia 28 de abril de 2001 apenas a Grazziotin registrou valorização (+9,6%). As demais apresentaram perdas: Globo Cabo (-74,8%), Lojas Americanas (-51,8%), Pão de Açúcar (-8,3%), Livraria Saraiva (-10%), Gradiente (-68,3%), Ideiasnet (-82%) e Guararapes (-23,9%). Nesse período, o Ibovespa perdeu 15,42%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top