OUTROS DESTAQUES
TV por assinatura
Via Embratel e Sky ganharam market share no segundo trimestre
quarta-feira, 28 de setembro de 2011 , 23h49 | POR SAMUEL POSSEBON

A distribuição do mercado de TV por assinatura por grupos econômicos em junho deste ano, quando eram registrados 11,1 milhões de assinantes no Brasil, segundo a Anatel, era a seguinte: a Net Serviços liderava o mercado com 4,428 milhões de assinantes, seguida da Sky com 3,174 milhões, Via  Embratel com 1,587 milhão, Telefônica com 532,8 mil, Oi com 355,2 mil e Abril (TVA) com 155,4 mil. Outros operadores tinham 865,8 mil assinantes em junho de 2011. De lá para cá o mercado já cresceu e chegou a agosto com 11,6 milhões de assinantes, mas a Anatel só consolida as parciais por grupos econômicos a cada trimestre.

Em relação aos dados de março apurados pela agência, a Net perdeu market share (foi de 41,5% para os 39,9%), a Sky foi de 27,4% para 28,6%, a Via Embratel foi de 13,2% para 14,3%, a Telefônica foi de 4,9% para 4,8%, a Oi foi de 3,34% para 3,2%, a Abril de 1,56% para 1,4% e outras operadoras foram de 8,06% para 7,8%. Ou seja, entre o primeiro e o segundo trimestre do ano, apenas Embratel e Sky ganharam market share. Vale lembrar que com a migração para o serviço de acesso condicionado e com as mudanças previstas na Lei 12.485/2011, Embratel e Net devem ter suas participações somadas, assim como Telefônica e Abril.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top