OUTROS DESTAQUES
TV DIGITAL
Sete capitais do Norte e Centro-Oeste desligarão sinal analógico de TV em agosto
quinta-feira, 28 de junho de 2018 , 13h45

A Anatel e a Seja Digital anunciaram nesta quinta-feira, 28, o desligamento do sinal analógico de TV nas regiões de sete capitas nas regiões Norte e Centro-Oeste. De acordo com o presidente da agência, Juarez Quadros, a previsão para o desligamento nestas cidades é dia 14 de agosto. No entanto, o switch-off somente ocorrerá após o Gired (Grupo de Implantação da TV Digital) ter a confirmação das pesquisas do IBOPE de que o índice de digitalização das residências da região seja de, no mínimo, 90%.

Conforme cronograma estabelecido, o desligamento está previsto para ocorrer nas capitais e municípios vizinhos de Boa Vista e Canta em Roraima; Campo Grande e Terrenos, no Mato Grosso do Sul; Cuiabá, Acorizal, Jangada, Nossa Senhora do Livramento, Santo Antônio do Leverger e Várzea Grande, no Mato Grosso; Macapá, Mazagão e Santana, no Amapá; Palmas, Barrolândia e Porto Nacional em Tocantins; Porto Velho e Candeias do Jamari, em Rondônia e Rio Branco, Bujari e Senador Guiomard no Acre.

Kits

O presidente da Anatel também fez um apelo às famílias beneficiadas pelos programas sociais do governo federal para que retirem os Kits da TV Digital (conversores e antenas) que têm direito gratuitamente – ligando para 147 ou no site do programa. Segundo levantamento divulgado por Quadros, ainda faltam ser entregues 39 mil kits em Campo Grande, 56 mil em Cuiabá, 21 mil em Palmas, 33 mil em Porto Velho, 16 mil em Rio Branco, 26 mil em Boa Vista e 29 mil em Macapá.

O presidente da Seja Digital/EAD (Entidade que administra a digitalização), Antônio Carlos Martelleto, informou que cerca de 9,6 milhões de kits já foram entregues no País desde o início do processo de implantação da TV digital. "Aproximadamente 77% do desligamento do sinal analógico foi concluído. A próxima etapa, que ocorrerá em agosto, irá somar mais 4%. Serão cerca de 5 milhões de pessoas afetadas pelo desligamento do sinal em agosto", declarou.

Martelleto informou que desde o início do processo em 2015 até o momento, a Seja Digital já atendeu a 40 milhões de chamadas de pessoas com dúvidas em relação à digitalização da TV aberta. "Mensalmente recebemos cerca de 1,5 milhão de chamadas de pessoas que ainda têm algum questionamento sobre o processo", comentou

 

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top