OUTROS DESTAQUES
Melhores papéis de telecomunicações
quarta-feira, 28 de abril de 1999 , 23h40 | POR REDAÇÃO

Está se formando consenso de que os papéis de melhor potencial no setor de telecomunicações são os das seguintes operadoras (não as holdings com sufixo "part") de telefonia celular: Telesp, Telemig, Telerj e Telepar. No caso da Telemig, também a operadora fixa. Esse diferencial em favor das operadoras deve-se aos seus P/L mais baixos. A Telesp Celular, por exemplo, tem um P/L 6,6, contra 12,1 da holding. No caso da Telemig, o P/L da operadora é de 3,3,contra 5,1 da holding. Outro detalhe importante apontado pelos analistas diz respeito ao diferencial existente nas ações com direito a voto (ON) das operadoras. Elas estão, na maioria dos casos, muito defasadas em relação às preferenciais (PN). No caso de Telesp Celular, por exemplo, as ON estavam a R$ 44,00 contra R$ 69,00 das PN. Em Telemig Celular, a ON estava cotada a R$ 13,16 e a PN, a R$ 19,50. Para os investidores de longo prazo, que não precisam da liquidez das PN, é um grande negócio.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top