OUTROS DESTAQUES
Espectro
Conferência de espectro da UIT endossa posições defendidas pelo Brasil
sexta-feira, 27 de novembro de 2015 , 19h34

Depois de quase um mês de debates, a Conferência de Radiocomunicação da UIT foi encerrada nesta sexta, 27, com resultados que podem ser comemorados pela delegação brasileira, pois estavam em linha com o que o país defendia. Foram 3,3 mil participantes que se debruçaram sobre mais de 40 tópicos de debate. As principais conclusões foram as seguintes:

– Definição da banda L (1,4 GHz a 1,5 GHz) para o IMT, ou seja, para a banda larga móvel, proposta liderada pelo Brasil desde sua formulação inicial.

– Nas faixas acima de 6 GHz, serão realizados estudos para a inclusão das faixas para o IMT na próxima conferência, em 2019. De certa forma, é uma posição em linha com a posição brasileira, que busca preservar a banda Ka contra uma futura inclusão no IMT em 2019, protegendo a banda larga via satélite.

– A faixa de 600 MHz ficará preservada para a radiodifusão, como queria o Brasil, com uma nova discussão em 2023 para a Região 1 (Europa, África, Oriente Médio e Ásia Central).

– A Faixa de 3,4 GHz a 3,6 GHz fica alocada para o IMT (banda larga móvel) como defendia o Brasil. Com isso está preservada a banda C do satélite. Nos EUA e Canadá, uma nota de rodapé passou a prever o IMT entre 3,4 GHz e 3,7 GHz.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top