OUTROS DESTAQUES
Mobile
Little chance of roaming for Oi
quinta-feira, 27 de junho de 2002 , 17h10 | POR REDAÇÃO

Earlier this week, Luiz Eduardo Falco had promised roaming for São Paulo within the next 30 days, but analysts don?t see much chance that Oi will be able to do that. According to Anatel director Luiz Tito Cerasoli, if the plan is to use TIM?s network for this purpose, it will fail because TIM doesn?t have a license. ?It would be positive if they could do that because of the benefits to customers, but Oi hasn?t applied for permission to Anatel so far,? he says. ?Anyway, I don?t know if it would be technically feasible because frequencies haven?t been allocated to TIM yet.? Mr Falco expected to persuade Anatel to allow secondary use of TIM?s network in São Paulo and other areas for which it has a PCS license. Another possibility would be to import dual-mode handsets (TDMA/GSM). However, a director of a leading telecoms equipment vendor consulted by TELETIME News says that isn?t a plausible solution, given the lack of production scale. Oi also believed supplier cellsites outside its coverage area could be used, but market watchers say there aren?t enough of them to guarantee minimum roaming.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top