OUTROS DESTAQUES
Regulamentação
FCC quer competição entre soluções com e sem fio no mercado de banda larga
terça-feira, 27 de março de 2007 , 14h03 | POR FERNANDO PAIVA, DE ORLANDO

A Federal Communications Comission (FCC, a Anatel americana) deseja que tecnologias de banda larga sem fio consigam competir diretamente com o acesso via ADSL e cabo nos EUA. Essa foi a mensagem deixada pelo chairman da FCC, Kevin Martin, na abertura da feira CTIA Wireless (maior evento de telefonia móvel dos EUA), que acontece esta semana em Orlando. "Queremos que a banda larga sem fio ofereça os mesmos serviços da banda larga com fio e compita com o ADSL e o cabo", disse Martin. Ele prometeu que até o final do ano acontecerá o tão esperado leilão de parte da faixa em 700 MHz, que será devolvida pelos radiodifusores americanos, em razão da digitalização da TV. Esse espectro poderá ser usado para banda larga sem fio. Os moldes do leilão ainda serão definidos: tamanho dos blocos, divisão geográfica das licenças etc. "Há dez anos o mercado norte-americano fala sobre esse leilão", reconheceu Martin.

Lobby

Apesar da mensagem positiva transmitida às empresas de tecnologia sem fio dos EUA, o chairman da FCC não escapou de uma alfinetada por parte do presidente da CTIA Wireless, Steve Largent. Logo após Martin deixar o palco, o telão do evento apresentou uma recente pesquisa feita com 1 mil consumidores americanos no mês passado na qual 68% dos entrevistados responderam que uma eventual intervenção do governo com mais regulamentação sobre o setor de telefonia celular prejudicaria e talvez até encareceria o serviço. Pouco antes de concluir sua apresentação, contudo, Martin deixara claro que não há planos para se criar novas limitações regulatórias contra o setor de telefonia móvel e destacou a enorme competição desse segmento.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top