OUTROS DESTAQUES
MWC 2018 - Competição
Rakuten vê conectividade como uma "importante commodity" e pretende ter sua própria rede móvel
terça-feira, 27 de fevereiro de 2018 , 09h50

Para Hiroshi Mikitani, CEO da Rakuten, uma das principais plataformas de comércio eletrônico do mundo, as redes de telecomunicações tendem a se tornar uma "importante commodity" e esta é uma das razões pelas quais a sua empresa pensa em ter uma rede própria de telecom. A Rakuten solicitou faixas de frequências para uma rede móvel ao ministério das Comunicações japonês na semana passada, um passo que se segue ao lançamento de uma operadora virtual, que já tem 1,5 milhão de clientes no Japão. O executivo foi um dos palestrantes no segundo dia do Mobile World Congress, que acontece esta semana em Barcelona. Segundo Mikitani, o fato de que mais de 76% das transações da Rakuten se darem por meio de redes móveis é um indicador de que a empresa precisa oferecer uma rede própria a seus clientes.

A Rakuten é uma plataforma de comércio eletrônico que atua sobretudo no Japão e na Europa e realiza mais de US$ 120 bilhões anuais em transações. A empresa tem adotado uma atitude agressiva de expansão e vê a convergência entre os mercados de telecom, conteúdos e comércio como uma tendência inevitável. A Rakuten planeja ainda transformar o seu programa de pontos em uma crioptomoeda em breve, que poderá ser utilizada em todas as plataformas da empresa. A Viber, também controlada pela Rakuten, deve ainda ser transformada em uma plataforma de chat em grupo, tirando proveito dos mais de 1 bilhão de usuários atualmente ativos, segundo a empresa.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top