OUTROS DESTAQUES
Para onde vai Guerreiro
quinta-feira, 27 de janeiro de 2000 , 19h47 | POR REDAÇÃO

Renato Guerreiro já declarou que vai continuar trabalhando com telecomunicações. "E eu sei fazer outra coisa?", justifica o atual presidente da Anatel. A legislação exige que após sair da agência, durante um ano, o ex-conselheiro não represente qualquer pessoa ou interesse perante a Anatel. No Congresso, o PT, através do deputado Walter Pinheiro, já está se articulando para apresentar uma emenda à Lei Geral para garantir que neste período de resguardo o ex-conselheiro continue a trabalhar na própria Anatel, como assessor, mantendo o seu salário original.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top