OUTROS DESTAQUES
Regulamentação
Anatel lembra investimentos das teles nos 700 MHz; sobre OTTs, lembra que quem paga a conta é o consumidor
segunda-feira, 26 de outubro de 2015 , 22h47

O presidente da Anatel repetiu, em seu discurso na abertura da Futurecom, que acontece esta semana em São Paulo, os mesmos recados que havia dado há duas semanas, durante a posse do conselheiro Aníbal Diniz. Rezende voltou a reiterar a importância da desocupação da faixa de 700 MHz para o projeto de banda larga móvel e o desligamento da TV analógica para a melhoria dos sinais de TV em todo Brasil, em uma mensagem claramente direcionada a posicionar a agência em um momento em que o governo precisa arbitrar se adiará ou não o cronograma de desligamento. "As quatro empresas realizam investimentos que permitirão a digitalização da TV aberta e também a expansão da banda larga. Esperamos modernizar a infraestrutura de telecomunicações", disse o presidente da Anatel, em referência às empresas que adquiriram o espectro de 700 MHz.

Outro aspecto reforçado por Rezende foi a relação entre as teles e os serviços OTT. O presidente da Anatel, que já havia se manifestado sobre o assunto, disse que "os OTTs provocam impactos, verdadeiras ondas de choque (no mercado de telecomunicações)". Segundo o presidente da Anatel, "os provedores querem oferecer os serviços e as empresas, com razão, reclamam da perda de receitas. É uma aparente oposição, mas todos os agentes são essenciais sob a ótica do consumidor, que quer redes robustas e serviços de qualidade". Rezende lembrou que "quem paga o tráfego de dados é o consumidor" e que os problemas estão "muito mais no modelo de negócios". Ele voltou a manifestar que, em sua posição pessoal, não cabe a interferência nos modelos de negócio.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top