OUTROS DESTAQUES
Satélite
Intelsat comemora lançamento bem sucedido de dois satélites
quarta-feira, 26 de setembro de 2018 , 11h30

O satélite Horizons 3e, de propriedade conjunta da Intelsat e Sky Perfect JSAT, foi lançado com sucesso na terça-feira, 25. O artefato subiu a bordo do foguete Ariane 5 a partir do Centro Espacial da Guiana em Kourou, na Guiana Francesa, e foi separado com sucesso do veículo às 19h06 (horário de Brasília), com aquisição do sinal confirmada.

O Horizons 3e foi construído pela Boeing e baseado no projeto Intelsat EpicNG para oferecer capacidade em bandas C e Ku para a região do Oceano Pacífico a partir da posição orbital a 169 graus Leste. O satélite é integrado ao sistema global EpicNG e focado nos segmentos de mobilidade e clientes governamentais. A previsão para início das operações comerciais é para o primeiro trimestre de 2019.

Ele é o primeiro da frota a trazer amplificador multiportas para direcionar energia aos spot beams em banda Ku, atendendo a demandas de transmissão do cliente e permitindo interconectividade entre três bandas comerciais, resultando em aumento de potência, eficiência e flexibilidade na cobertura. Segundo a Intelsat, essa possibilidade de ajuste permite a melhoria de eficiência para as verticais de mobilidade aeronáutica e marítima, além de operadoras de redes fixas e móveis, empresas e governo.

Segundo satélite

A Intelsat também comemorou o lançamento do satélite Intelsat 38/Azerspace-2 a bordo do mesmo foguete da Arianespace. Ele foi separado do veículo um pouco depois, às 19h21. O satélite de banda Ku ocupará a posição 45 graus Leste para substituir o Intelsat 12 e fornecerá serviços DTH para a Europa Central, Oriental e região da Ásia-Pacífico, além de conexões para redes corporativas e aplicativos governamentais na África. O artefato foi construído pela SSL e, para a operadora de satélites do Azerbaijão, a Azercosmos, ele é chamado de Azerspace-2, fornecendo DTH para expansão de serviços governamentais e redes corporativas na Europa, Ásia Central e do Sul, Oriente Médio e África Subsaariana. A previsão para início de operações comerciais é também no primeiro trimestre de 2019.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top