OUTROS DESTAQUES
RIO 2016
Anatel inicia fiscalização dos equipamentos e redes destinados aos Jogos Olímpicos
segunda-feira, 25 de julho de 2016 , 18h03 | POR REDAÇÃO COM ASSESSORIA DE IMPRENSA

A Anatel iniciou na sexta-feira, 22, as operações de campo relativas à fiscalização e à outorga para uso temporário do espectro de radiofrequências dos Jogos Olímpicos Rio 2016, que acontecem de 5 a 21 de agosto. Durante o final de semana, as equipes trabalharam na instalação de equipamentos de monitoração nas venues de competição. Também houve a preparação da infraestrutura das salas e realização de teste e etiquetagem, além do controle dos equipamentos que utilizam radiofrequência.

Até domingo, 24, foram testados e etiquetados 14.629 equipamentos, em todos os clusters, principalmente no Maracanã, onde ocorrerá a cerimônia de abertura, no Parque Olímpico e na Vila Olímpica. O trabalho da agência durante os jogos pretende evitar interferências em sistemas cruciais para a segurança e a transmissão do evento. Cerca de 200 servidores da autarquia de todo o País estarão envolvidos nesse esforço no Rio de Janeiro e nas demais cidades que receberão jogos.

De acordo com a Anatel, a demanda de espectro para os Jogos Rio 2016 superou todos os grandes eventos anteriores, incluindo os Jogos de Londres 2012. Mais de 20.000 frequências e 77.000 estações emissoras de sinais de radiofrequência irão operar de maneira dedicada ao evento.

A Anatel é responsável pelo Plano de Gestão do Espectro dos Jogos Rio 2016, que inclui atividades de planejamento, consignação, teste e etiquetagem e monitoração do espectro (terrestre e nos satélites). Além disso, atividades ligadas à qualidade e à cobertura de redes móveis, assim como a coordenação com entidades de segurança pública, demandam forte atuação da agência.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top