OUTROS DESTAQUES
Internet
AT&T faz proposta por negócio de internet do Yahoo e acirra disputa com a Verizon
quarta-feira, 25 de maio de 2016 , 17h04

Às vésperas de uma definição do vencedor do leilão para comprar o negócio de internet do Yahoo, a disputa ganhou um novo componente com a entrada no páreo da AT&T. A gigante das telecomunicações fez uma oferta e passou a ser forte candidata, junto com sua arquirrival Verizon Communications, a adquirir os ativos de web da empresa, que incluem sua ferramenta de buscas e o site de notícias, informou a Bloomberg nesta quarta-feira, 25, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

A AT&T havia decidido anteriormente fazer uma contraoferta, segundo pessoas familiarizadas com o assunto disseram em abril. AT&T manteve um pé no processo de licitação através da empresa de publicidade digital YP Holdings, apoiada por ela. A YP, no entanto, não está mais buscando fazer uma oferta, disse uma fonte.

Na primeira rodada do processo de licitação do seu negócio internet, o Yahoo havia pré-selecionado cerca de dez concorrentes, incluindo a Verizon, maior operadora de celular dos Estados Unidos, considerada a favorita para ficar com os ativos da empresa e que recentemente adquiriu a AOL. Apesar disso, ainda segundo fontes, ela não foi a que apresentou o lance mais alto.

A Verizon, que quer reforçar os seus meios digitais e o negócio de publicidade online, manifestou publicamente interesse em adquirir o negócio de internet do Yahoo e incorporá-lo à sua divisão AOL.

Com sede em Dallas, no Texas, a AT&T, que tem valor de mercado de cerca de US$ 237 bilhões, seria extremamente beneficiada com a aquisição, pois poderia unir a tecnologia de publicidade baseada em algoritmo do Yahoo com o seu serviço de vídeo móvel, que foi lançado após a aquisição da DirecTV no ano passado, por US$ 48,5 bilhões. AT&T também possui uma joint venture, a Otter Media, de mídia digital, com o grupo de investimento Chernin, do empresário de mídia Peter Chernin.

No início deste mês, AT&T encerrou uma parceria com a Yahoo, que firmou novo contrato para hospedagem de seu portal voltado a clientes móveis e usuários de desktop com a Synacor, empresa de serviços de internet.

Segundo analistas, a AT&T também pode estar interessada no Yahoo para ajudá-la a competir com a Verizon, que comprou a AOL no ano passado e agora tem tecnologia de publicidade e ativos de mídia que são semelhantes aos do Yahoo.

O processo de licitação do Yahoo deve continuar por mais duas ou três semanas. Vários participantes já se reuniram com a administração da companhia para obter informações de due diligence, espécie de pente-fino sobre as contas a empresa e avaliação de riscos do negócio. Segundo o diretor financeiro do JP Morgan Chase & Co., Ken Goldman, a venda dos ativos de internet do Yahoo está "caminhando bem".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top