OUTROS DESTAQUES
Privatização continua nos mesmos moldes, diz Pimenta
terça-feira, 25 de maio de 1999 , 20h25 | POR REDAÇÃO

Em resposta ao barulho provocado com a divulgação pela Folha de S. Paulo de fitas que envolvem o presidente da República Fernando Henrique Cardoso nas negociações para a articulação dos consórcios durante a privatização da Telebrás, o governo decidiu manter suas posições. Através do ministro das comunicações Pimenta da Veiga, o presidente se defendeu, dizendo que foi justo o comportamento tanto do ministro Luiz Carlos Mendonça de Barros como de seus interlocutores no BNDES no sentido de aumentar os competidores no leilão. O governo insiste que, nos próximos leilões (a continuação da privatização das elétricas, com destaque para a privatização do sistema Furnas) vai continuar a trabalhar da mesma maneira. Em nenhum momento Pimenta da Veiga admitiu que o presidente autorizou o uso de seu nome para pressionar a Previ a participar do consórcio do Opportunity. Pelo contrário, o ministro afirmou que o presidente não autoriza o uso de seu nome para nada.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top