OUTROS DESTAQUES
Balanço financeiro
Sercomtel reduz receita, mas reverte prejuízo em 2018
quinta-feira, 25 de abril de 2019 , 20h15

Após a divulgação do balanço de seu braço de serviço de comunicação multimídia (SCM), a Sercomtel Telecomunicações anunciou nesta quinta, 25, o resultado da geral da operadora, no qual demonstra redução na receita, mas obtendo lucro pela primeira vez em dois anos. No consolidado, a concessionária de Londrina (PR) registrou receita de R$ 293,7 milhões, uma queda de 5,65% comparada ao registrado em 2017.

A Sercomtel diz que houve queda nas receitas de voz (telefonia fixa e móvel), mas que o desempenho nos serviços de dados e banda larga foi positivo. A receita média por usuário (ARPU) de voz caiu em média 6,5%, enquanto a ARPU de dados e banda larga subiu 22%.

Após dois anos consecutivos de prejuízos líquidos, a empresa obteve um lucro líquido de R$ 1,758 milhão em 2018. Segundo a empresa em comunicado, o resultado foi "alavancado pela política de ênfase no planejamento tributário, renegociações contratuais, redução de custos e recuperação de créditos da carteira de clientes". A companhia ainda encerrou 2018 com R$ 6,906 milhões em geração de caixa, valor 27,89% menor do que o apresentado no ano anterior.

Os custos totais foram reduzidos em 7,1% e somaram R$ 259 milhões, enquanto a margem EBTIDA ficou estável em 11%. A companhia destaca redução de 6,3% no passivo total (R$ 208,9 milhões), e a aplicação de R$ 19,317 milhões em Capex, principalmente destinados à manutenção da infraestrutura e expansão da malha de fibra ótica.

Vale lembrar que a Sercomtel encontra-se em situação delicada. A companhia, que tem participação da Prefeitura de Londrina, espera uma mudança legislativa para permitir o aumento de capital. Esperando o desenrolar dessa história, o processo de caducidade das outorgas de concessão está paralisado na Anatel até julho.

Operacional

A Sercomtel encerrou 2018 com 247,4 mil acessos de telefonia fixa, somados os números de concessão e autorização. Na telefonia móvel, a operadora somou 62,2 mil acessos, dos quais 9,10 mil eram pós-pagos e 53,1 mil, de chips pré-pagos. Além disso, a empresa registrou 110,5 mil acessos de banda larga.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top