OUTROS DESTAQUES
Satélites
SES 14 pode ter tido problemas no lançamento; não se sabe se houve perda
quinta-feira, 25 de janeiro de 2018 , 20h38

(Atualização às 21:27) Houve problemas no lançamento do seu satélite SES 14, nesta quinta, 25, por meio do foguete Ariane 5, na base de Kouru, na Guiana Francesa. Inicialmente, a separação do foguete e, portanto, o lançamento bem sucedido, haviam sido confirmados durante a transmissão, mas posteriormente, após a falta de confirmação da separação do satélite da Yahsat (o Al Yah 3) e alguns minutos de silêncio, o CEO da Ariane Space, Stephane Israel, afirmou que "houve uma anomalia, perdendo a comunicação com os satélites alguns segundo após a ignição do estágio superior (do foguete). Os clientes não têm contato com os satélites. Temos que aguardar para ver se eles foram separados". O foguete Ariane 5 nunca havia registrado alhas de lançamento anteriormente. A empresa deve dar informações mais tarde.

Seria o primeiro satélite da empresa a utilizar uma posição orbital brasileira. O satélite ficará na posição 47,5W e terá capacidade em banda C (especialmente posicionada para atender ao Brasil e à América Latina) e banda Ku (dedicada especificamente para transmissão de dados, incluindo projetos de backhaul e transmissão para aeronaves e marítimas). O satélite substitui o NSS-806, e também leva um payload especialmente encomendado pela Nasa para observação terrestre. Se estiver tudo bem com o satélite, ele deverá estar operacional depois de chegar à órbita e realização dos testes padrão, processo que costuma levar cerca de dois meses, mas n ocaso do SES 14, o tempo deve ser maior, pois trata-se de um satélite de propulsão elétrica . O satélite foi fabricado pela Airbus.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top