OUTROS DESTAQUES
Inclusão
Banda larga móvel avança nos países menos desenvolvidos, diz UIT
quinta-feira, 25 de Janeiro de 2018 , 16h26

Apesar de ainda representarem a grande maioria da população mundial desconectada, os países menos desenvolvidos estão no "caminho certo" para promover a inclusão digital, segundo relatório "ICTs, LDCs and the SDGs: Achieving universal and affordable Internet in the least developed countries" da União Internacional de Telecomunicações (UIT) divulgado nesta quinta-feira, 25. Neste grupo de nações estão especialmente países da África e da Ásia/Oriente Médio, como Angola, Madagascar, Afeganistão, Timor Leste e Haiti.

De acordo com o relatório, até 2016, todos os países menos desenvolvidos já haviam lançado serviços 3G, resultando na cobertura de 61% da população nesses locais. Em 4G/LTE, contudo, a parcela é de 20% da população coberta, enquanto no 2G o percentual chega a 88%.

Ainda assim, a UIT acredita que essas nações estão "no caminho" para chegar a mais de 90% de cobertura de banda larga móvel (pelo menos 3G), deixando preço de conexão à Internet "relativamente acessível". A projeção da Comissão de Banda Larga é que em 2020, a cobertura de terceira geração de rede móvel passe para 97% da população desses países. E que os preços da banda larga móvel saia de 9,7% do produto interno bruto em 2017 para 2,7% em 2020.

A questão é que os países menos desenvolvidos ainda contarão com 800 milhões de pessoas ainda offline em 2020, o que significa que menos de 25% da população total nessas nações estarão utilizando Internet. "Muitas pessoas não têm as habilidades necessárias e governos precisam fazer a conexão entre planos de TIC estratégicos no setor e políticas educacionais", afirma a entidade.

O relatório executivo (resumido) pode ser acessado em PDF aqui. O documento completo pode ser baixado aqui.

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top