OUTROS DESTAQUES
Crise da Oi
Marco Schroeder deixa presidência da Oi
sexta-feira, 24 de novembro de 2017 , 15h11

(Atualizada às 19:37) Marco Schroeder, presidente da Oi, acaba de informar que deixará a empresa, segundo relatos de fontes próximas à companhia. Este noticiário não conseguiu confirmar com o próprio executivo nem com a assessoria da Oi, mas a decisão já foi informada internamente (a informação foi posteriormente confirmada a este noticiário, às 17:10). Nas últimas semanas Schroeder vinha sob forte pressão dos acionistas controladores da Oi no conselho de administração, e sua sustentação no cargo se devia à cautelar da Anatel do dia 6 de novembro e à decisão judicial do juiz da 7a Vara Empresarial do último dia 16 de novembro.

Ele, em diferentes momentos, se colocou em oposição às propostas de reestruturação colocadas pelos acionistas Societé Mondiale e Pharol, recusando-se a assinar o Plan Support Agreement acordado entre os acionistas e alguns credores. Pelo mesmo fator, Ricardo Malavazi, então CFO, já havia deixado a diretoria financeira no começo de outubro. Ainda não há informações sobre quem será o substituto nem sobre se a decisão levará a uma troca de outros diretores da empresa. Schroeder estava há muitos anos na companhia e havia assumido o comando da empresa em junho do ano passado quando outro CEO, Bayard Gontijo, também pediu demissão, também por conflito com os acionistas. Marco Schroeder liderou todo o processo de recuperação judicial da empresa.

COMENTÁRIOS

2 Comentários

  1. Erick disse:

    Parece que a melhor saída para a Oi será a intervenção…

    • Francisco disse:

      Não será preciso, se Deus quiser. Na verdade basta que, principalmente os acionistas diminuam a sua sede, aliás, também por conta dessa sede desmesurada dos acionistas a Oi praticamente parou de investir e acabou por chegar à esse extremo.Acionistas de empresas como a Oi não podem ser como acionistas de conglomerados financeiros por um fator muito simples, conglomerado financeiro vive da especulação e empresas como a Oi vivem da exploração do mercado de telecom, o seu produto, serviços de telecomunicações, precisam ser comprados e precisam de tempos em tempos de ampliações e atualizações tecnológicas, para isso seus acionistas tem que obrigatoriamente participar dos investimentos na planta da empresa e abrir mão em algum momento de parte de seus dividendos, senão…..

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top