OUTROS DESTAQUES
DESEMPENHO
Anatel registra redução de 13% nas reclamações no mês de julho
sexta-feira, 24 de agosto de 2018 , 18h55 | POR REDAÇÃO

Durante o último mês de julho de 2018, a Anatel registrou 244,6 mil reclamações, sendo 243,3 mil especificamente de usuários de serviços de telefonia fixa e móvel, banda larga e TV paga. O resultado significa uma queda de 36,5 mil reclamações (recuo de 13%) com relação a julho de 2017, porém incremento de 21,7 mil queixas em relação a junho (9,7%). Segundo a agência as principais reclamações foram sobre cobrança indevida e qualidade de serviços.

Conforme o levantamento, todos os serviços apresentaram redução nos últimos 12 meses. A telefonia móvel, por exemplo, registrou menos 18,4 mil reclamações, o que significa (queda de 13,8%); a TV por assinatura teve uma redução de 8,8 mil (21,4%); a telefonia fixa menos 5,4 mil (8,9%); e a banda larga fixa menos 3,2 mil (7,4%).

Serviço

A agência também divulgou que a telefonia móvel pós-paga registrou 82,3 mil queixas por causa de cobrança (47,7%), ofertas, bônus e promoções (10,1%) e qualidade e funcionamento (9,7%) dos serviços. Na modalidade pré-paga, foram registradas 32,8 mil reclamações sobre créditos pré-pagos (38,5%); de ofertas, bônus e promoções (19,6%); e qualidade e funcionamento (13,9%).

Na telefonia fixa, foram 55,2 mil reclamações, cobrança (41,7%); qualidade e funcionamento (16,9%); e cancelamento (10,4%). O serviço de banda larga fixa registrou 40,6 mil reclamações divididas em qualidade e funcionamento (41,1%); cobrança (26,5%); e instalação (8,0%). A TV por assinatura registrou em julho deste ano 32,3 mil queixas. Os principais motivos foram cobrança (49,7%); ofertas, bônus e promoções (9,4%) e cancelamento (9,0%).

Operadoras

A redução, no entanto, não vale para todas as operadoras. Na comparação entre julho de 2018 com o mesmo mês do ano passado, o levantamento aponta que a TIM, teve aumento de 1,2  mil reclamações (2,5%) na telefonia móvel; a Net, mais 0,6 mil (8,1%) na banda larga fixa; e a Vivo, mais 0,2 mil (8,0%) na TV por assinatura.

Na telefonia celular, a Vivo apresentou redução de 10,7 mil reclamações (recuo de 32,9%); seguida da Nextel, menos 4,5 mil (51,1%); da Claro, menos 3,6 mil (12,3%); e da Oi, menos 0,6 mil (3,7%). E na telefonia fixa, a Oi registrou menos 4,0 mil reclamações (queda de 12,4%); a Net menos 1,3 mil (16,3%) e a Vivo menos 0,5 mil (2,9%).

Na TV por Assinatura, nos últimos 12 meses a Sky registrou redução de 4,2 mil queixas (recuo de 27,4%), o grupo Net/Claro menos 3,8 mil (19,5%) e a Oi menos 0,9 mil (26,6%). Na banda larga fixa, a Oi teve queda de 5,8 mil reclamações (diminuição de 30,7%) e a Vivo menos 1,3 mil reclamações (10,3%).

Estados

No levantamento por estados, a Anatel informa que, com exceção do Acre, onde não houve variação na comparação com julho de 2017, todos os demais estados apresentaram redução no número de queixas. As maiores quedas ocorreram em São Paulo, menos 11,5 mil reclamações (recuo de 13,2%); no Rio de Janeiro, menos 9,6 mil (21,2%); em Minas Gerais, menos 3,4 mil (9,0%); na Bahia, menos 2,5 mil reclamações (13,5%); e Pernambuco, menos 1,71 mil (19,7%).

 

COMENTÁRIOS

1 Comentário

  1. Lucilene Sa disse:

    Reluziu porque atualmente ANATEL não adianta nada. Somos atendidos pelos próprios funcionários da operadora reclamada. Absurdo.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top