OUTROS DESTAQUES
Estratégia
Telefónica entra em projeto de infraestrutura do Facebook
terça-feira, 24 de maio de 2016 , 21h34

A Telefónica é a mais nova integrante do Telecom Infra Project (TIP), iniciativa para o desenvolvimento de infraestrutura de rede para banda larga que foi lançada em fevereiro pelo Facebook durante a Mobile World Congress (MWC 2016). A ideia do projeto é trazer operadoras, provedores de infraestrutura, integradores de sistemas e outras companhias de tecnologia para criar e colaborar no desenvolvimento de novas tecnologias destinadas às telecomunicações, como a 5G. Além do grupo espanhol, que controla a Telefônica/Vivo no Brasil, foram anunciados nesta terça-feira, 24, outros dez membros: Vodafone, Axiata Digital, Indosat, MTN Group, Acacia, ADVA, BlueStream, Broadcom, Coriant, Deloitte, Juniper Networks e Lumentum.

O TIP também anunciou a composição de sua diretoria, que conta com o chairman Alex Choi, da operadora sul-coreana SK Telecom; Axel Clauberg, da tele alemã Deutsche Telekom; Ashish Kelkar, do Facebook; Lynn Comp, da Intel; e Henri Tervonen, da Nokia. A mesa de diretores definirá a missão estratégica e o foco da Fundação TIP, catalogando os grupos de projetos. Além disso, serão responsáveis pela aprovação e certificação dos resultados.

Os primeiros grupos técnicos incluem três áreas estratégicas de rede: acesso, backhaul e core e gerenciamento. Eles vão endereçar as necessidades da indústria, incluindo o atendimento em áreas sem conexão e em populações menos favorecidas; e pavimentar o caminho para novas tecnologias como a 5G. O TIP espera abrir os primeiros projetos desses grupos iniciais nas próximas semanas.

Projetos

O grupo de acesso terá um projeto de integração de sistemas e otimização capitaneado pela SK Telecom e que abordará soluções eficientes e econômicas para regiões rurais e áreas urbanas de baixa atratividade econômica. Outro, em parceria da SK Telecom e a Nokia, será o de soluções undbundled para plataformas de baixo consumo energético e baixa necessidade de manutenção. Já a Intel comandará o trabalho em soluções para melhorar o throughput e a experiência do usuário móvel ao levar capacidades de computação e de armazenamento (ou seja, com CDNs) próximas à borda da rede.

Para o backhaul, em vez de delegar a camada a operadoras, quem comandará os estudos será o Facebook, que trabalhará em "acesso autônomo de alta frequência", visando a coordenação de roteamento, endereçamento e segurança em redes IPv6. Além disso, coordenará junto com a Equinix um trabalho em transporte de pacotes em rede ótica, definindo arquitetura DWDM. Já a parte de core e gerenciamento será dirigida pela Intel, buscando otimização ao desagregar a rede de core tradicional; enquanto um grupo de redes de "áreas verdes" será liderado pela Nokia, Facebook e Deutsche Telekom para trabalhar "do zero" em uma "arquitetura de rede pura e eficiente baseada em TI por meio de soluções greenfield".

Conectividade

Além das adições ao TIP, o Facebook anunciou recentemente novos sistemas de conectividade como Terragraph, um sistema de radiocomunicação multinó em espectro não licenciado de 60 GHz (banda V, com blocos que somam pelo menos 7 GHz) para áreas com alta densidade urbana; Aries, prova de conceito de múltiplas antenas (Massive MIMO) para uso eficiente de espectro e energia com multiplexação espacial em sistema de antenas; e Open/R, plataforma personalizada para aplicação de rede distribuída e extensível e que foi desenhada como um sistema de roteamento para o Terragraph. Todas essas iniciativas são focados em velocidade, eficiência e qualidade de conexão.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top