OUTROS DESTAQUES
Mercado
Vivo quer parar de perder clientes em grandes datas
terça-feira, 24 de abril de 2007 , 20h17 | POR HELTON POSSETI

A Vivo espera aproveitar o Dia das Mães para estancar a perda de market share que vem acontecendo desde o ano passado. Segundo o vice-presidente de operações da Vivo, Paulo César Teixeira, o primeiro trimestre caracteriza-se por um período de ?baixa atividade comercial?. Assim, a empresa aposta no Dia das Mães (que neste ano é comemorado em 13 de maio) como oportunidade para voltar a crescer. ?Sempre que se fala em market share, as pessoas esquecem que a Vivo não compete em Minas e em cinco Estados do Nordeste. E a região Nordeste é a que mais cresce?, defende-se ele.
Além da campanha promocional, a empresa prepara ofertas bastante agressivas que incluem 40 aparelhos por R$ 10, a partir do plano pós-pago de 90 minutos. A fidelidade neste caso é de 12 meses. O presidente da Vivo, há cerca de um mês, criticava a política de forte subsídio mantida principalmente pela Claro. Segundo ele, o mercado já estava suficientemente maduro, de modo que as empresas não precisam mais adotar políticas tão agressivas. Teixeira disse apenas que ?essa é a dinâmica do mercado? e que o subsídio aplicado nesses aparelhos tem o seu retorno. ?Fazemos uma criteriosa análise de crédito e, além disso, a ação está dentro do orçamento?, afirma ele.
Entre os modelos que poderão ser adquiridos por R$ 10, está o W200 da Sony Ericsson lançado com exclusividade pela Vivo. A Vivo comprou 200 mil terminais W200 ? que são tocadores de MP3. A expectativa da operadora e do fabricante é que a oferta de um aparelho capaz de reproduzir música aumente o tráfego de dados na recém construída rede GSM. ?Estamos absolutamente preparados para isso?, disse Teixeira. A exclusividade vai até o final de maio.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top