OUTROS DESTAQUES
Tributação
Juca Ferreira: "o governo tem posição sobre a ação das teles"
quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2016 , 18h10

"O governo tem posição. Eu represento a posição do governo", disse o ministro da Cultura, Juca Ferreira, nesta quarta, 24. Foi uma resposta clara à afirmação do ministro das Comunicações, André Figueiredo, dada a este noticiário na terça-feira. Figueiredo afirmou que governo ainda não fechou posição sobre ação das teles contra a Condecine. Juca Ferreira falou em um encontro do setor audiovisual organizado pelo MinC para debater a liminar obtida pelas teles suspendendo o pagamento da Condecine.

Ministro Juca ferreira (Cultura) fala em evento em defesa do audiovisual e São Paulo

Ministro Juca ferreira (Cultura) fala em evento em defesa do audiovisual e São Paulo

Manoel Rangel, presidente da Ancine, complementou a afirmação de Ferreira destacando que quem representa o Governo Federal na disputa judicial é a Procuradoria Geral Federal e que o procurador geral federal, Renato Rodrigues Vieira, se envolveu pessoalmente na ação. "Ele só atua nas matérias que a presidência da República entende como sendo de alta relevância", disse Rangel. A Ancine, explica o presidente da agência de regulação e fomento, atua institucionalmente, bem como subsidiando a PGR com aspectos técnicos.

Procurador Geral Federal, Renato Rodrigues Vieira, se envolveu pessoalmente no processo

Procurador Geral Federal, Renato Rodrigues Vieira, se envolveu pessoalmente no processo

O ministro Juca Ferreira não quis adiantar qual será a estratégia jurídica do Governo Federal, alegando que "a surpresa é parte importante da disputa". Ele se comprometeu a buscar o SindiTelebrasil e as teles diretamente para um diálogo mais próximo, "paralelamente ao enfrentamento jurídico".

O ministro também minimizou a chance de haver um acordo em relação ao reajuste da contribuição. Segundo ele, a revogação teria que passar pelo Congresso, uma vez que o aumento foi definido em lei. Os reajustes da Condecine foram definidos por MPs (medidas provisórias) convertidas em lei, que no mesmo bojo reajustaram também outros tributos relativos a mercados regulados.

"A CPMF, que está causando tanto debate, vai gerar R$ 10 bilhões. A Condecine sozinha gera R$ 1 bilhão. Acham que o governo vai abrir mão desta contribuição e desta política que vem sendo desenvolvida desde 2003?", finalizou o ministro.

Rangel lembra que durante todo o processo não houve manifestação das teles, o que implicaria uma aceitação tácita do aumento, daí a surpresa coma  judicialização do tema.

No próximo dia 22 de março o Conselho Superior de Cinema terá uma reunião para se posicionar também sobre a questão, disse o ministro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor de telecomunicações, discutirá em 2018 os rumos da indústria depois do ciclo de sucesso completado com os 20 anos da privatização do sistema estatal de telecomunicações. A realidade da Internet das Coisas, a chegada da tecnologia de 5G, a necessidade um ambiente mais flexível e dinâmico para os investimentos essenciais a esta nossa etapa e um modelo preparado para o futuro são alguns dos desafios em debate, com presença dos presidentes das principais empresas prestadoras de serviços e provedoras de tecnologias, além de autoridades, reguladores e especialistas.
Em sua edição de número 62, o Painel TELEBRASIL 2018 ganha um dia a mais de debates, com mais espaço e oportunidades para a troca de informações, relacionamento e atualização, tanto para profissionais da indústria quanto para reguladores e formuladores de políticas, que têm acesso gratuito ao evento (mediante inscrição prévia). É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas neste novo ciclo.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
EVENTOS

Evento oficial da Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações, o Painel TELEBRASIL, mais tradicional encontro de posicionamento do setor. É o espaço em que as principais lideranças da indústria marcam posição em relação a estratégias, tecnologias e políticas públicas.

22 de Maio a 24 de Maio
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top