OUTROS DESTAQUES
Empresa oferecerá soluções completas no satélite novo
quinta-feira, 24 de fevereiro de 2000 , 21h00 | POR REDAÇÃO

Segundo o principal executivo da Telesat Brasil, Carlindo Hugueney, a compra das ações possibilitará uma maior atividade da operadora de satélites no Brasil, com investimentos maiores. Seu próximo satélite, o Anik F1, terá seu beam para a América do Sul ativado em 1º de outubro, com capacidade de 28 transponders, quase todos ocupados pelo Brasil. Só neste beam a holding já investiu US$ 100 milhões. Ainda segundo Hugueney, a empresa começa agora a preparar sua reestruturação, já que a Telesat Brasil e a Telesat S.A. têm a mesma composição acionária. A idéia é fazer uma companhia muito mais voltada para a oferta de soluções completas de satélite, e não só de aluguel de transponders, aproveitando o novo satélite. A empresa estuda a formação de parcerias para poder oferecer estes serviços.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top