OUTROS DESTAQUES
Lei que exige cadastro de pré-pagos divide operadoras do Rio de Janeiro
quinta-feira, 24 de Janeiro de 2002 , 19h38 | POR REDAÇÃO

A lei sancionada há dois anos pelo governador Anthony Garotinho tornando obrigatório o cadastro de usuários pré-pagos divide as duas operadoras atuantes no estado do Rio de Janeiro. Enquanto a Telefônica optou por seguir a lei, a ATL entende que o governo estadual não pode legislar sobre as telecomunicações. Assim, a operadora de banda B deixa a cargo do cliente a decisão de preencher ou não o cadastro. E, mesmo que o usuário opte por preencher, não lhe é exigida a comprovação dos dados fornecidos, como é feito com os clientes de planos pós-pagos.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top