OUTROS DESTAQUES
É muito grande a defasagem entre telefones em serviço e telefones instalados
quinta-feira, 24 de Janeiro de 2002 , 19h38 | POR REDAÇÃO

O total de telefones em serviço ao final de 2001 era de 37,4 milhões, representando uma diferença de mais de dez milhões de linhas em relação ao total instalado. Para Renato Guerreiro, presidente da Anatel, isto se deve ao fato de as empresas terem antecipado as metas de universalização. "As empresas tiveram que instalar telefones em cidades pequenas e o módulo básico das estações é, em muitos casos, bem maior que o necessário para estas cidades. Alem disso, não devemos esquecer que as empresas que anteciparam as metas devem ter telefones disponíveis para atender os assinantes em duas semanas. Esta situação tende à estabilidade e a voltar ao normal, que é de apenas 7% de diferença", disse Guerreiro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top