OUTROS DESTAQUES
Vésper vai trabalhar só com serviços pré-pagos e flat fee residencial
sexta-feira, 23 de novembro de 2001 , 19h52 | POR REDAÇÃO

A Vésper tem planos ousados para o acesso residencial: quer se concentrar o quanto antes apenas no atendimento a clientes pré-pagos e de tarifa fixa (flat fee, o cliente paga independente do uso), dentro de sua estratégia de redução de custos. Segundo o vice-presidente executivo da Vésper Business, Rance Hesketh, a maior parte das cerca de 50 mil novas adesões mensais alcançadas pela empresa já é formada por contratos nestas modalidades de pagamento. E o restante da base atual (próxima dos 500 mil usuários, conforme a operadora), em São Paulo e 16 estados do Sudeste, Norte e Nordeste, será estimulado a migrar para os serviços sem conta. A Vésper, com isso, vai dirigir seus esforços para conquistar os clientes de baixa renda ainda não atendidos pelas concessionárias, livrando-se de riscos de inadimplência e, ao mesmo tempo, dos custos de sistemas de bilhetagem.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top