OUTROS DESTAQUES
Incumbents terão um caminho complicado para a faixa dos 3,5 GHz
sexta-feira, 23 de novembro de 2001 , 19h52 | POR REDAÇÃO

As concessionárias de telefonia fixa (incumbents) terão uma limitação para disputar as licenças de 3,5 GHz e 10,5 GHz, já que o edital definitivo deverá manter a proibição de que estas empresas disputem esta faixa em suas áreas de atuação. Mas segundo Jarbas Valente, superintendente de serviços privados da Anatel, essa limitação não se aplica para áreas onde estas empresas não são concessionárias. Nesses casos, diz Jarbas Valente, é preciso que a empresa tenha alguma licença de SLE, SRTT ou SCM nestas áreas. Como SLE e SRTT não são mais outorgas expedidas pela agência, as teles precisarão correr para conseguir licenças de SCM de âmbito nacional, caso queiram disputar as novas faixas. Só que isso pode ser mais complicado do que parece, pois o regulamento de serviços multimídia está sendo contestado judicialmente. Jarbas Valente expôs o planejamento da Anatel para as novas licitações de 3,5 GHz e 10,5 GHz no seminário "O acesso como arma da competição", organizado pela Converge Eventos e realizado nesta sexta, dia 23, em São Paulo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top