OUTROS DESTAQUES
NOVO GOVERNO
Kassab quer oferecer segurança jurídica para o investidor e internet em todos os lares
segunda-feira, 23 de maio de 2016 , 18h50

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, disse nesta segunda-feira, 23, que a pasta terá que enfrentar grandes desafios, mas os mais imediatos são garantir a segurança jurídica para os investidores, por meio de políticas públicas que fortaleçam a fiscalização e os ganhos para o País, e levar a internet a todos os lares brasileiros. Para esta segunda prioridade, o titular da nova pasta criada pelo governo interino, necessitará da construção de uma engenharia financeira para obter os recursos e atingir os objetivos.

Em sua primeira visita à Anatel, Kassab voltou a afirmar que aproveitará tudo o que foi feito nas gestões anteriores dos dois ministérios, mas sempre buscando o aperfeiçoamento das políticas públicas. "Não temos preconceito com nenhum projeto", ressaltou. Ele disse que também vai atuar para garantir a internet ilimitada no mais breve tempo possível.

Sobre o fortalecimento da Anatel, o ministro disse que desenvolveu ao longo do tempo uma convivência com o setor de comunicações e entende que a agência presta um serviço de excelência. "A Anatel é uma agência que justificou, nos últimos anos, a sua existência. Ela tem agilidade, bons quadros e é evidente que quem presta bons serviços precisa primeiro receber apoio do ministério e eu já assumi um compromisso perante aos conselheiros que farei um esforço muito grande para mostrar ao Ministério do Planejamento a importância da transferência dos recursos que faltam, especialmente aqueles mais emergenciais para a agência", disse. Com o orçamento atual, a Anatel corre o risco de ter que interromper algumas de suas atividades em setembro, nas projeções internas da agência.

Kassab afirmou que, com a convicção do bom funcionamento da Anatel, vai fazer uma análise com bastante calma e profundidade, no sentido de melhorar também a prestação do serviço pelo ministério e examinar atribuições que possam ser transferidas para a agência e melhorar a integração do órgão regulador com o ministério e de ambos com o consumidor. "Essa análise será feita, provocando não só o fortalecimento da Anatel, mas o seu crescimento em relação ao serviço que presta junto à população", ressaltou.

Na conversa com os funcionários da Anatel, Kassab disse que criou um laço importante com o tema de telecomunicações. Ele lembrou que já ocupou uma vaga da Câmara no Conselho Consultivo da agência e presidiu a Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, em 2004.

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top