OUTROS DESTAQUES
Crise da Oi
Oi reduz caixa em novembro
terça-feira, 23 de janeiro de 2018 , 18h43

A geração de caixa da Oi em novembro foi negativa em R$ 454 milhões, de acordo com dados parciais da companhia divulgados no site do administrador judicial Arnoldo Wald na segunda-feira, 22. Em outubro, a empresa havia também registrado resultado negativo, mas de R$ 238 milhões. O saldo final do caixa financeiro do grupo em recuperação judicial ficou R$ 447 milhões menor no mês (queda de 6,1%), totalizando R$ 6,877 bilhões. A empresa justifica que houve efeito do Come Cotas de Imposto de Renda dos fundos de investimentos, de R$ 27 milhões.

Também houve redução na rubrica Recebimentos: R$ 204 milhões no período, totalizando R$ 2,689 bilhões. A empresa diz que houve um dia útil a menos em novembro do que outubro, o que teria também causado impacto. Com exceção do uso de rede (que aumentou R$ 46 milhões, totalizando R$ 190 milhões), houve variação negativa em todos os demais recebimentos.

Já os pagamentos aumentaram R$ 31 milhões no mês, somando R$ 3,143 bilhões, com os pagamentos de fornecedores de materiais e serviços (aumentando em R$ 43 milhões e totalizando R$ 1,839 bilhão) como principal responsável. Os investimentos da companhia recuaram R$ 19 milhões, ficando em R$ 391 milhões em novembro. A administração da Oi justificou a redução por conta da "sazonalidade do negócio", alegando estar em linha com o plano da empresa.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top