OUTROS DESTAQUES
Propriedade intelectual
Samsung entra com ação judicial contra Huawei por suposta violação de patentes
sexta-feira, 22 de julho de 2016 , 15h10

Menos de dois meses depois de a Huawei ter aberto processos nos Estados Unidos e na China contra a Samsung, alegando que ela infringiu uma série de patentes de sua propriedade relacionadas a dispositivos móveis e tecnologia de comunicações celular, agora é a vez da fabricante sul-coreana de eletrônicos entrar com uma ação judicial contra a empresa chinesa. A alegação é que a Huawei infringir seis patentes de sua propriedade.

O processo, aberto na Corte de Propriedade Intelectual de Pequim, pede indenização de 161 milhões de yuans (o correspondente a US$ 24,1 milhões). A Samsung afirma que alguns modelos de smartphones da Huawei, incluindo Mate8 e sua linha de handsets Honor, voltada para o público jovem, infringiram suas patentes.

Na ação, a Samsung também solicita ao tribunal que a Huawei e a empresa Hengtongda Department Store, de Pequim, sejam proibidas de produzir e vender os dispositivos.

O processo movido em maio pela Huawei contra a Samsung nos EUA e na China foi o primeiro litígio importante de um rival chinês contra a Samsung, fabricante mundial número 1 de smartphones em volume de vendas.

Em um comunicado nesta sexta-feira, 22, a Samsung disse que tinha "fielmente negociado com outros detentores de patentes para o licenciamento justo da tecnologia". Neste caso, no entanto, a empresa acrescentou: "Apesar de nossos melhores esforços para resolver esta questão de forma amigável, infelizmente foi necessário tomar medidas legais para defender a nossa propriedade intelectual".

A Huawei disse ao The Wall Street Journal que ainda não havia recebido nenhuma queixa formal. "Vamos rever toda a documentação e nos defender se for o caso. Na ausência de um acordo negociado, o litígio é muitas vezes uma forma eficiente de resolver [direitos de propriedade intelectual]."

A ação judicial não deixa de ser reflexo da importância cada vez maior da Huawei como principal rival da Samsung, particularmente no segmento de smartphones que operam com o Android, sistema operacional móvel dominante do Google.

Nos primeiros três meses do ano, a Huawei vendeu mais smartphones para consumidores finais do que qualquer outro fabricante de smartphones com Android, exceto do que a Samsung, respondendo por 8,3% do mercado, contra 5,4% um ano atrás, segundo o Gartner. Durante esse mesmo período, a participação de mercado da Samsung caiu para 23,2%, ante 24,1% um ano antes.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top