OUTROS DESTAQUES
Guerreiro pede cumplicidade da Abinee na fiscalização
segunda-feira, 22 de março de 1999 , 21h03 | POR REDAÇÃO

O presidente da Anatel, Renato Guerreiro, durante sua palestra na Abinee (Associação Brasileira da Indústria Eletro-eletrônica) nesta segunda, 22, em São Paulo, pediu à entidade que se torne cúmplice da agência na fiscalização do cumprimento das cláusulas dos contratos de concessão e dos termos de autorização, que exigem das empresas tratamento igualitário aos fornecedores nacionais. "Não adianta fazer reclamações privadas, é necessário que estas reclamações sejam públicas, e de preferência encaminhadas pelas entidades de classe para evitar retaliação contra empresas específicas", sugere o presidente da Anatel. Guerreiro disse também que é fundamental para o novo modelo de telecomunicações brasileiro que a indústria instalada no Brasil, que gera empregos locais, seja fortalecida para que possa depois disputar o mercado externo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top