OUTROS DESTAQUES
Políticas setoriais
Para continuar crescendo e consolidar a 5G, indústria móvel precisa de segurança, diz GSMA
quarta-feira, 21 de novembro de 2018 , 11h59

O mercado de banda larga e telefonia móvel deve representar 5% do PIB mundial em 2025, contra 4,5% atuais, prevê a GSMA, associação que representa as principais operadoras e fornecedores de tecnologia de telecomunicações. Segundo Mats Granryd, CEO da GSMA, que participou esta semana de evento realizado pela Huawei em Londres sobre o mercado de banda larga móvel, a indústria passará nos próximos anos por uma mudança nunca antes vista com a chegada da quinta geração de serviços móveis (5G) e com a intensificação de aplicações de Inteligência Artificial ligas à mobilidade, e isso deve ter efeitos diretos sobre a economia global.

"Somos uma indústria que contribui anualmente com meio trilhão de dólares aos governos locais na forma de tributos, sem falar de espectro, e que conectará 6 bilhões de pessoas em 2025", disse. Trata-se de um setor que também investirá outros US$ 500 bilhões entre este ano e 2020. "Mas temos ainda grandes desafios pela frente para a chegada e massificação da tecnologia de 5G e ampliação da cobertura móvel. É preciso um forte suporte regulatório para que estes investimentos possam acontecer, com um grande esforço dos governos em harmonizar espectro, permitir níveis adequados de consolidação, estabelecer regras isonômicas de competição e boas políticas de proteção de dados e privacidade". (O jornalista viajou a convite da Huawei)

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top