OUTROS DESTAQUES
TV digital
Rio e Belo Horizonte terão sinal de TV analógico desligado nesta quarta, 22
terça-feira, 21 de novembro de 2017 , 20h18

O Gired (Grupo de Implantação da TV Digital) aprovou em reunião nesta terça, 21, o desligamento das transmissões analógicas de TV no Rio de Janeiro (Capital e mais 17 cidades no entorno e região metropolitana) e mais Belo Horizonte (juntamente com outras 38 cidades da região metropolitana) nesta quarta, dia 22. A autorização deve ser publicada pelo Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). No Rio de Janeiro, o processo de desligamento começou há cerca de um mês e foi adiado por conta do não atingimento dos indicadores de 93% de domicílios aptos a receber o sinal digital. Mas depois dos esforços de distribuição, a pesquisa Ibope mostrou 90% dos domicílios aptos, dentro da margem de erro e, portanto, aceitável para o desligamento. Segundo a pesquisa, 96% da população terá condições de assistir TV mesmo sem os sinais analógicos. Em Belo Horizonte nem foi necessária uma segunda pesquisa, já que na data anterior (8 de novembro) faltavam apenas 0,7 ponto percentual para o atingimento da marca. As capitais de Minas e Rio se juntam a São Paulo, Brasília, Goiânia, Recife, , Vitória e Fortaleza e Salvador, que também já tiveram seus sinais analógicos desligados.

O Gired também aprovou a antecipação do desligamento da TV analógica em Campo Grande/MS, Cuiabá/MT e em mais seis municípios das regiões metropolitanas do dia 28 de novembro de 2018 para 14 de agosto de 2018. Na próxima terça-feira, dia 28, será realizada uma reunião extraordinária do Gired para decidir o desligamento no interior de São Paulo, marcado para o dia 29 deste mês nas regiões de Campinas, Franca, Ribeirão Preto, Santos e Vale do Paraíba.

COMENTÁRIOS

1 Comentário

  1. Richard disse:

    Eu apenas espero que não inventem de adiar DE NOVO o desligamento aqui no interior de SP. Vamos evoluir, gente!

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top