OUTROS DESTAQUES
Indústria
Fibracem fatura R$ 25,8 milhões nos quatro primeiros meses de 2018
quinta-feira, 21 de junho de 2018 , 19h28

Durante os quatro primeiros meses deste ano, a fabricante de equipamentos óticos Fibracem registrou um faturamento de R$ 25,8 milhões, o que representa um aumento de 59% em relação a igual período em 2017. Conforme destaca a empresa paranaense nesta quinta-feira, 21, o crescimento está acima da média do faturamento industrial do País, que teve aumento de 6,9% segundo índice da Confederação Nacional da Indústria (CNI) também referente ao quadrimestre.

A empresa acredita que melhoria de processos internos para maior produtividade, atualização de maquinários e novas políticas de preços e de posicionamento de mercado contribuíram para o mercado. A Fibracem diz também que o resultado teve "forte relação" com a produção da indústria. De janeiro a abril, a empresa colocou 102.847 caixas de emenda no mercado de telecomunicações, além de 8 milhões de metros de cabos óticos. A companhia cresceu também no quadro de "profissionais qualificados": 20%, passando a contabilizar 210 funcionários de áreas como engenharia e administrativo.

Para o segundo semestre, a fornecedora planeja abrir em São Paulo o primeiro centro de distribuição destinado ao mercado local. A previsão é de 500 mil metros de cabos óticos e mais de 16 mil conjuntos de emendas por mês.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top