OUTROS DESTAQUES
Direitos esportivos
Clube dos 13 não recebeu proposta da Record; Globo quer renovação
quarta-feira, 21 de março de 2007 , 18h42 | POR EDIANEZ PARENTE

Embora extra-oficialmente circulem informações de que a TV Record oferecerá aos clubes R$ 500 milhões/ano para ter o Campeonato Brasileiro de Futebol em todas as mídias, o Clube dos 13 ainda não recebeu nenhuma proposta oficial da emissora. A Record definiu que mandará sua proposta oportunamente, assim que forem abertas as negociações ? o contrato atual dos clubes com a TV Globo é vigente até o final de 2008. Já a direção da Globo não abre mão da renovação do acordo: ?Nosso objetivo é renovar e vamos trabalhar para isso?, garante executivo de alto escalão da emissora ouvido por este noticiário. Para tanto, a emissora confia em todo o projeto que envolve a parceria com os clubes, além dos jogos propriamente ditos, na TV aberta: a exibição na TV fechada, o pay-per-view, as vendas do campeonato no exterior, através dos canais internacionais da rede, e os subprodutos, como placas de estádios, vendas de direitos diversos, promoções, vendas no celular etc. ?Uma proposta nossa permite uma exposição extra dos clubes, jogadores e também dos patrocinadores dos times ao longo de toda nossa programação; trata-se de um ativo dos mais importantes para os clubes?, afirma a fonte na Globo ouvida por este noticiário.

Pay-per-view

O Clube dos 13, que vê as receitas do pay-per-view aumentando ano a ano, espera que este ano ela cresça ainda mais. A esperança é que se reflita nas vendas de pacotes a migração dos assinantes que eram da DirecTV e que agora são da Sky. A expectativa do Clube dos 13 é de que se atinjam 500 mil vendas de pacote do Brasileiro.
A Série B do Brasileirão está negociada com a Globo até 2010. Também a emissora já garantiu os seguintes campeonatos regionais: São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Goiás, Pernambuco, Ceará e Pará.
De qualquer forma, os números de pacotes de pay-per-view vendidos pelo Premiere Clube no ano em 2006 foram: na Série A do Brasileiro, 281 mil; na Série B, 45 mil vendas. Há ainda os regionais, que este ano estão em pleno andamento. No ano passado, foram: 77 mil no Paulista, 74 mil no Carioca, 19 mil do Gaúcho, 12 mil no Campeonato Estadual de Minas Gerais.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top