OUTROS DESTAQUES
Cabo submarino
Cabo Angola-Brasil chega a Fortaleza
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018 , 18h51

O cabo submarino da Angola Cables que ligará o Brasil a África chegou à Praia do Futuro, em Fortaleza, após percorrer 6,3 mil km pelo leito oceânico partindo de Sangano, na costa angolana. Segundo a operadora nesta quarta-feira, 21, o South Atlantic Cables System (SACS) levou dois meses para ser instalado em alto mar, envolvendo participação de engenheiros, profissionais de TI e mergulhadores profissionais para a fixação do sistema com segurança. Agora, o processo será de aterramento do cabo, instalação na landing station e a realização de testes. Depois, será conectado ao Data Center na capital cearense, que a companhia diz estar em "fase adiantada de construção". A previsão é que o início das operações do SACS esteja "mantida para o primeiro semestre" deste ano.

Além da chegada do SACS a Fortaleza, a Angola Cables também celebrou a assinatura de um memorando de entendimentos para cooperação com o governo do Ceará para "viabilizar a infraestrutura que interligará o data center de Fortaleza ao complexo industrial do Pecém, permitindo o desenvolvimento regional no campo das telecomunicações".

O cabo é construído pela japonesa NEC e possui capacidade de "pelo menos" 40 Tbps. A Angola Cables afirma que é o primeiro a ser instalado no Atlântico Sul, ligando a África ao continente sul-americano. "A partir de agora, Brasil e Angola estarão a oferecer ao mundo uma rota alternativa de acesso aos Estados Unidos, um dos maiores produtores de todo o tipo de conteúdos globais, mas também à Ásia, uma das maiores regiões demográficas do planeta", explicou em comunicado o CEO da operadora, António Nunes.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top