OUTROS DESTAQUES
TELEFONIA FIXA
Brasil perde 1,1 milhão de linhas fixas em 12 meses
segunda-feira, 04 de dezembro de 2017 , 18h55

As concessionárias de telefonia fixa fecharam outubro com 23,8 milhões de linhas ativas. Com isso, foram 1,1 milhão de conexões a menos que em igual mês de 2016, queda de 4,58%. Já as autorizadas habilitaram mais 12,5 mil acessos em outubro, chegando a 17,1 milhões de contratos ativos. No mês, as prestadoras mantinham  40,9 milhões de linhas em operação. Nos últimos 12 meses, as empresas autorizadas apresentaram redução de 37,1 mil linhas (uma queda de 0,22%).

De acordo com os números da Anatel, dentre as autorizadas, a Claro apresentou a maior evolução entre as prestadoras, com 12,4 mil novas linhas no mês de outubro quando comparado com o mês anterior, mas perdeu 351,1 mil acessos na comparação com outubro de 2016.

A empresa que apresentou maior queda foi a Vivo com menos 7,4 mil linhas. Nos últimos 12 meses, a TIM liderou o aumento de linhas nas autorizadas, com 195,7 mil novas linhas, seguida da Algar com 79,9 acessos novos.

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top