OUTROS DESTAQUES
BANDA LARGA
Preço da banda larga móvel cai 18%, afirma Febratel
sexta-feira, 17 de novembro de 2017 , 17h04 | POR REDAÇÃO, COM ASSESSORIA DE IMPRENSA

Estudo da consultoria Teleco aponta queda de 18% no preço da internet móvel no Brasil em 2017 em relação ao ano passado. O levantamento, divulgado nesta sexta-feira, 17, pela Febratel, destaca que o serviço é o quarto mais barato do mundo. O preço do minuto do celular no Brasil teve queda ainda maior, de 41%, em relação a 2016 e ocupa a quinta colocação, mostra a avaliação da consultoria.

Pelos dados divulgados, o preço do minuto caiu de US$ 0,066 para US$ 0,039, com impostos. Pelo quarto ano consecutivo, a pesquisa mostra que o preço no Brasil está entre os mais baratos do mundo, atrás apenas de China, Rússia, Índia e Portugal.  O estudo considerou um grupo de 18 países que concentram 55% da população mundial e 57% dos celulares do mundo.

No caso dos serviços de internet móvel, o preço da cesta de serviços pré-paga é de US$ 6,00, com tributos. Para fazer a avaliação, foi considerada uma cesta com consumo de pelo menos 500 MB. Na internet móvel pós-paga, a cesta brasileira custa US$ 8,20, com tributos, ocupando a quinta colocação. Sem os impostos, o preço cai para US$ 4,20 no pré-pago e para US$ 5,70 no pós-pago.

Na banda larga fixa, o Brasil tem o terceiro preço mais barato do mundo. A cesta de serviços custa US$ 9,00, atrás apenas da Rússia e da Índia. O plano considerado é o de Internet Popular que tem isenção de ICMS e o pacote de dados de pelo menos 1 GB e com velocidade de download de no mínimo 1 Mbps.

Para fazer a comparação com outros países, foram utilizados os planos de serviços efetivamente praticados no Brasil e os dados de tráfego que mais se assemelham ao perfil de uso dos brasileiros, no segmento pré-pago. Para fazer o cálculo, foi considerada uma cesta de produtos de 100 minutos de ligações, sendo 90% destinadas a celulares da mesma prestadora, 5% para celulares de outras prestadoras e 5% para telefones fixos.

O estudo completo pode ser acessado em http://www.telebrasil.org.br/panorama-do-setor/desempenho-comparado .

 

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
, ,
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
 
Top