OUTROS DESTAQUES
Governança da Internet
IGF tem mandato estendido por mais 10 anos
sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 , 15h14

Após dois dias de discussão durante a conferência mundial da sociedade da informação (WSIS+10), os estados membros da Assembleia Geral das Nações Unidas fecharam na quinta, 17, o documento final que visa preencher o gargalo digital (ou seja, a desigualdade tecnológica), garantir a liberdade de expressão e endereçar a governança da Internet para atender aos requisitos da agenda de desenvolvimento sustentável até 2030. Com isso, a ONU também garantiu a extensão do mandato do Fórum de Governança de Internet (IGF) por mais uma década, algo amplamente requisitado por diversos setores, mas já esperado.

A justificativa para prorrogar o mandato do IGF foi "a necessidade de promover o engajamento ativo entre governos, setor privado, sociedade civil, organizações internacionais e outros setores". Durante a edição 2015 do fórum, que aconteceu em novembro em João Pessoa, já era tida como certa a extensão da plataforma, sobretudo após os clamores de todos os setores participantes do NetMundial, promovido em 2014 também no Brasil.

Em comunicado, o secretário geral da ONU, Ban Ki-moon, ressaltou a importância de promover as TICs no mundo, sobretudo o acesso à Internet em regiões em desenvolvimento. Ele também chamou a atenção para a necessidade de combater a desigualdade de gêneros. "As mulheres são mais da metade da população – ainda assim, 200 milhões de mulheres a menos do que homens têm acesso à Internet", declarou.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top