OUTROS DESTAQUES
Espectro eletromagnético, radiofrequência, frequência
TV digital
Sinal analógico da TV em Rio Verde será desligado sem atingir a meta, afirma ministro
quarta-feira, 09 de dezembro de 2015 , 16h10

O ministro das Comunicações, André Figueiredo, admitiu, nesta quarta-feira, 9, desligar o sinal analógico de Rio Verde sem alcançar a meta de 93% dos domicílios aptos a receber as transmissões da TV digital. Segundo ele, a data do switch-off excepcional da cidade-piloto ainda não está marcada, mas deve ser anunciada na próxima terça-feira, 15, quando visita o município goiano, para participar do início dos testes do 4G na faixa de 700 MHz, que serão feitos pela Claro.

Como antecipou este noticiário, a última pesquisa em Rio Verde, o percentual de domicílios aptos ao desligamento (ou seja, com condições de receber o sinal digital) é de 77% a 80%, dependendo do critério de contabilização. No melhor cenário, contando todas as TVs de telas finas, ainda assim se está a 13 pontos percentuais da meta. Porém, incluindo os lares com TV por assinatura e com parabólica – como defendem as teles – esse percentual alcança 91%.

O ministro disse que o crescimento na última semana de digitalização em Rio Verde foi expressivo, de 10 pontos percentuais. Ele acha que essa evolução tem servido de grande aprendizagem. "Ao mesmo tempo, a gente tem procurado outros caminhos que possibilitem o desligamento, inclusive flexibilizar alguns pontos", disse. Figueiredo citou como exemplo a sinalização dos radiodifusores em incluir para atendimento das metas a TV a cabo digital,

Para o ministro, apesar do aprendizado que Rio Verde está proporcionando, Brasília, a próxima cidade a ser desligada é que será o verdadeiro teste. Figueiredo confirma o adiamento do switch-off da capital federal de abril do ano que vem para depois dos Jogos Olímpicos. Ele disse, porém, que esta postergação não trará prejuízos para as teles, que receberão a faixa limpa já em abril de 2017. Ou seja, o prazo de um ano previsto no edital será encurtado.

"Tudo será feito por meio de um grande pacto", disse o ministro. Ele espera que a reunião do Gired (grupo de implementação da digitalização) desta quarta-feira, 9, traga propostas para continuar avançando.

Sobre a insatisfação das teles com a demora do processo, Figueiredo minimizou, afirmando que elas estão reagindo bem aos atrasos e até já vão testar o uso da faixa para 4G em Rio Verde, mesmo com sinal analógico ainda ligado.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top