OUTROS DESTAQUES
Infraestrutura
Rompimento de barragens em MG deixa distrito sem telefonia fixa
quinta-feira, 12 de novembro de 2015 , 23h03

O rompimento das barragens de rejeitos de mineração no município mineiro de Mariana, há uma semana, não causou impactos nas redes de telefonia móvel na região. Já a rede fixa da Oi teve o serviço interrompido no distrito de Bento Rodrigues, porque a central que atende a localidade foi soterrada. Segundo a concessionária, o serviço será restabelecido o mais brevemente possível, assim que as condições no local permitirem.

Segundo informações da Claro, não houve pane nas suas redes. A operadora adotou um plano emergencial e voluntário para fortalecer toda a infraestrutura de telecomunicações na região do distrito de Bento Rodrigues, entre as cidades de Mariana e Ouro Preto, na região central de Minas Gerais. A Claro liberou chips para telefones celulares para uso das equipes de resgate e monitoramento, inclusive para os sistema de alarme via SMS. Foi criada uma interface direta para resposta imediata aos pedidos técnicos das equipes que trabalham no local e precisam estar em permanente contato.

A TIM também não registrou problemas, mas informa que a operadora não atende ao distrito de Bento Rodrigues, o mais afetado com o desastre. A rede da Vivo, que atende o distrito de Bento Rodrigues, não sofreu qualquer impacto com o rompimento. Coincidentemente, uma das antenas 2G apresentou falha técnica, mas o serviço foi normalizado às 7hs desta quinta-feira, 12. A rede 3G, informa a prestadora, funciona perfeitamente.

A Anatel informa que está acompanhando o desempenho das redes na região do desastre. Porém, afirmou que não acionou o regulamento de infraestruturas críticas, aprovado recentemente, mas que somente será implantado no prazo de 180 dias após a publicação, que deve ocorrer em fevereiro. "A partir dessa data, um grupo será constituído com as prestadoras para atuar nos casos que a Defesa Civil tenha históricos recorrentes para evitar reincidências", disse a agência.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top