OUTROS DESTAQUES
Estratégia
Telefônica lançará ofertas quad-play até o final de 2016
quarta-feira, 28 de outubro de 2015 , 19h20

Com a integração de infraestrutura de rede e de sistemas de TI da Telefônica/Vivo com a da GVT após a fusão, a empresa enfim poderá começar a pensar em atuar como ofertas combo em todo o território nacional. A companhia anunciou nesta quarta, 28, que pretende unificar o portfólio triple-play com banda larga, telefonia fixa e TV a partir do segundo semestre de 2016, passando a oferecer também a oferta quad-play (com celular) no mesmo ano. "Temos tudo para ser uma empresa quad-play, vamos oferecer benefícios, conveniência, simplicidade e melhor experiência", afirmou o presidente da Vivo, Amos Genish, em apresentação durante a Futurecom 2015.

Mais tarde, em conversa com jornalistas, o executivo revelou que o piloto com o sistema de TI para a oferta quad-play começará em abril do ano que vem, "para lançar no último trimestre de 2016 um produto completo". Enquanto isso, a Telefônica planeja oferecer banda larga (por meio de tecnologia FTTx) com velocidades de até 300 Mbps, além de unificar a plataforma de TV com IPTV na fibra e o híbrido de DTH com conectividade IP (oriundo da GVT), evoluindo para a resolução 4K.

O backbone da GVT permitirá também a maior oferta de serviços fixos para clientes corporativos fora de São Paulo – antes, a Telefônica precisava atuar em alguns casos com rede alugada. Genish promete focar não apenas em grandes empresas, mas também PMEs com todo o portfólio de TI (cloud, segurança, Internet das Coisas). "Já começamos bastante cross-selling; a coisa está andando bem e até acima da expectativa", diz.

LTE-Advanced

Ao contrário da concorrência (TIM e Claro), a Vivo afirmou não ter interesse na tecnologia LTE-Advanced por enquanto. "No nosso entendimento, os aparelhos compatíveis só chegarão em 2017, então não faz sentido fazer pilotos, vamos esperar os aparelhos chegarem ao mercado", disse Genish. Ele diz, entretanto, que se o mercado for abastecido com dispositivos compatíveis antes, a operadora está "preparada para lançar o LTE-Adavanced ao mesmo tempo". Importante ressaltar que já há modelos no mercado internacional (e que contam com versões no Brasil) compatíveis com duas portadoras simultâneas, como iPhone 6, Samsung Galaxy S6 e LG G4. Assim, é provável que o executivo tenha se referido ao modelo de três portadoras planejado pela TIM, que ainda tem terminais (com chipset da Qualcomm) em fase de testes.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top