OUTROS DESTAQUES
Reorganização
Google faz ampla reestruturação, cria holding e anuncia Sundar Pichai como novo CEO
segunda-feira, 10 de agosto de 2015 , 19h58

O Google anunciou no início da noite desta segunda-feira, 10, uma grande reestruturação administrativa da organização. Larry Page, um de seus fundadores, deixa o cargo de CEO, que será assumido por Sundar Pichai, até então responsável pelos principais produtos empresa. Page comandará uma nova companhia chamada Alphabet, que irá operar como holding do Google e outras empresas do grupo. Sergey Brin, o outro fundador do site de buscas, será o vice-presidente da holding.

A Alphabet substituirá o Google Inc. no mercado de capitais, permanecendo como companhia de capital aberto, e todas as ações da Google serão automaticamente convertidas em igual número em ações da nova holding, com os mesmos direitos. Com isso, o Google se tornará uma subsidiária integral da Alphabet, sendo que as duas classes de ações continuarão a ser negociadas na Nasdaq sob os símbolos GOOGL e GOOG.

"Nossa empresa está operando muito bem hoje, mas nós achamos que podemos torná-la mais transparente e mais responsável. Então, estamos criando uma nova empresa, a Alphabet. Estou realmente animado para assumir o cargo de CEO da Alphabet com a ajuda do meu parceiro, Sergey, como vice-presidente", escreveu Page no blog corporativo do Google.

Segundo ele, o Google continuará sendo a maior empresa da Alphabet, mas se tornará mais enxuto. Isso porque os negócios que não estão diretamente ligados à internet, como a Life Sciences (que fabrica lentes de contato sensíveis à glicose) e a Calico (que desenvolve tecnologias para longevidade), serão transferidos para a holding.  A Alphabet também passará a administrar os braços de investimentos Google Ventures e Google Capital, e o X lab, incubadora de projetos como o Wing, drone desenvolvido para fazer entregas. Já os produtos e serviços como o Android, Chrome e YouTube, devem continuar sob o comando do Google.

Cada uma das subsidiárias da Alphabet terá um "CEO forte". "Nós vamos controlar a alocação de capital e trabalhar para assegurar que cada empresa tenha um bom desempenho", disse Page. Segundo ele, os resultados financeiros do Google serão reportados separadamente do restante da Alphabet já no quarto trimestre deste ano.

A notícia sobre a reorganização foi bem recebida em Wall Street. As ações do Google no after-hours trading nesta segunda-feira, negociação após o fechamento da Nasdaq, fecharam cotadas a US$ 703,70, alta de 6,12%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top