OUTROS DESTAQUES
Finanças e mercado
Dívidas pesam e IPO da Intelsat consegue preço menor, de US$ 18 por ação
quinta-feira, 18 de Abril de 2013 , 10h05 | POR REDAÇÃO

O endividamento de quase US$ 16 bilhões depreciaram o valor que a Intelsat esperava conseguir levantar com sua oferta pública inicial de ações na Bolsa de Nova York (NYSE), que teve início essa semana. Isso porque a relação entre dívida líquida sobre a geração de caixa da empresa medido pelo EBITDA é de quase 8x, se compararmos com o EBITDA de US$ 1,94 bilhão registrado em 2012.

A Operadora de satélites divulgou nesta quinta, 18, que conseguiu vender até o momento pouco mais de 19,3 milhões de ações ordinárias a US$ 18 cada, após ter colocado à venda um total de 21,74 milhões de ações ordinárias na expectativa de alcançar um valor entre US$ 21 e US$ 25 e arrecadar um total de até US$ 500 milhões.

Agora, com os US$ 18 por ação, a Intelsat recalculou que deve arrecadar US$ 328,8 milhões até o fechamento do IPO, que deve ocorrer no próximo dia 23. As ações da Intelsat começam a ser negociadas no pregão da NYSE nesta quinta.

A empresa ofereceu ainda 3 milhões de ações mandatórias de Série A conversíveis em ações preferenciais júnior sem direito a voto e conseguiu vender mais de 2,89 milhões um valor de US$ 50 por papel, que dá direito a uma taxa de dividendos de 5,75%. A expectativa da Intelsat agora é arrecadar outros US$ 142,9 milhões com as ações de Série A. A estimativa inicial era de cerca de US$ 210 milhões.

No total, o IPO da Intelsat deve levantar, segundo estimativas da própria operadora de satélites, cerca de US$ 471,7 milhões, bem abaixo da sua meta original de US$ 710 milhões. A intenção da empresa é usar o dinheiro para sanar parte de sua dívida.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top